Notícia

Voltaço retorna ao Raulino de Oliveira pela Série C ‘Somos muito mais fortes’

Em 2020, Esquadrão de Aço teve que mandar seus jogos no estádio Luso Brasileiro

O Volta Redonda terá de volta neste ano uma arma fundamental na busca pelo acesso à Série B: o Raulino de Oliveira. Isso porque, em 2020, o estádio estava recebendo um hospital de campanha e o Voltaço teve que mandar todas as suas partidas na Série C no estádio Luso Brasileiro, na Ilha do Governador.

Com quase 300 jogos pelo Esquadrão de Aço, a maioria no Raulino de Oliveira, o volante Bruno Barra destaca a importância do estádio para o Voltaço. Exemplo disso é que na Série C de 2019, a equipe foi derrotada apenas uma vez dentro do Raulino, conquistando 16 dos 27 pontos possíveis como mandante.

Podemos dizer que jogamos todas as partidas fora de casa na última Série C e isso, com certeza, atrapalhou muito a nossa campanha. Mesmo o Luso Brasileiro sendo perto, tinha a viagem, concentração e o fato de não conhecermos tão bem o estádio. Jogar no Raulino é diferente, é a nossa casa, somos muito mais fortes, conhecemos o gramado, conseguimos ditar o ritmo e isso é um diferencial para conseguirmos a vitória. Precisamos fazer valer o fator casa nesta Série C, porque sabemos que vencer como mandante é primordial para conseguir a classificação – destacou o camisa 5 tricolor, que ainda projetou o confronto diante do Manaus.

O Manaus estreou vencendo o Santa Cruz, fez um jogo de muita qualidade, se impôs e mostrou que vem muito forte nesta Série C. Infelizmente estreamos um revés fora de casa, em uma partida que não fomos tão bem, e agora precisamos buscar este prejuízo aqui dentro. Será um jogo muito disputado, as duas equipe gostam muito da posse de bola, mas estaremos jogando em casa e no Raulino precisamos nos impor, competir forte, pressionar o adversário e brigar pela vitória os 90 minutos – projetou.

Leave a Reply

Font Resize