Categorias
Notíciais Voltaço

Rogério Corrêa analisa derrota do Voltaço para a Aparecidense-GO

Revés foi o primeiro do Esquadrão de Aço no Raulino nesta Série C

O Volta Redonda foi derrotado, por 3 a 0, pela Aparecidense-GO na noite desse domingo, dia 26, e conheceu a sua primeira derrota no Raulino de Oliveira pela Série C do Campeonato Brasileiro. Após o confronto, o técnico Rogério Corrêa analisou a partida e ressaltou que, após um primeiro tempo equilibrado, o time sentiu o gol sofrido no começo da segunda etapa.  

Derrota muito doída e sofrida. Estava um primeiro tempo equilibrado, sabíamos da proposta deles de buscar o contra-ataque, de ficar fechadinho e jogar por uma bola parada. Voltamos até bem para o segundo tempo, estávamos com um ímpeto bom, mas aí tomamos um gol em uma bola parada, onde nos deu um baquezinho. Logo depois, em um contra-ataque, surgiu o pênalti para eles. São circunstâncias de jogo. Não era, lógico, o que queríamos, mas sabíamos da qualidade do adversário, que estava vindo de duas vitórias, uma fora de casa também, e não tinha tomado gol. É um time que se propõe a marcar e buscar o contra-ataque e foi isso que aconteceu. Mérito deles por ter conseguido. Agora vamos em frente buscar nossos objetivos nos próximos jogos – analisou.

A semana tricolor será de pouco descanso e muitos jogos. O Esquadrão de Aço volta a campo na quarta-feira, dia 29, às 19h, no Raulino de Oliveira, para enfrentar o Macaé pela A2 do Campeonato Carioca. Já no sábado, dia 2, às 18h, o Voltaço visita o Confiança-SE no estádio Bastião.

É uma loucura a nossa vida. Não é uma desculpa, porém a rotina que estamos vivendo é muito complicada. Semana passada teve dois dias que nem treinamos, devido as viagens e isso é muito desgastante. Não temos como qualificar o trabalho de um jogador de parte física ou de fundamentos e até treinar alguma situação. É tudo muito difícil. Não temos um grupo grande, não é fácil, mas as pessoas não querem saber nada disso, mas, sim, do resultado. Não procuram saber como é o processo, que é bem dificultoso – ressaltou o comandante tricolor, que ainda falou da importância de voltar a vencer e se recuperar nas competições.

Agora vamos pensar e nos preparar forte para enfrentar o Macaé. Precisamos da vitória, precisamos voltar a vencer e a ficar bem nas competições. No final de semana temos o Confiança lá em Sergipe que é um outro jogo muito difícil para a gente e que precisamos vencer para seguirmos no pelotão que está brigando pelo G8 da Série C  – afirmou.

Reapresentação

O elenco tricolor se reapresentará na tarde desta segunda-feira, dia 27. Os atletas que jogaram mais de 60 minutos, realizarão um trabalho de recovery na sede do clube. Os demais jogadores do elenco, participarão de um treinamento técnico e tático no CT Oscar Cardoso.