Single Blog Title

This is a single blog caption

Voltaço firma parceria com a CUFA Volta Redonda em campanha nacional de arrecadação de alimentos 

Projeto Mães da Favela Futebol Clube pretende arrecadar 350 toneladas de alimento por estado

O Volta Redonda FC vai unir forças com a Central Única das Favelas de Volta Redonda na campanha nacional de arrecadação de alimentos, promovida pela organização. O projeto Mães da Favela Futebol Clube pretende arrecadar 350 toneladas de alimentos por estado, totalizando 12 mil toneladas de doações, o equivalente a 100 milhões de reais. 

Até o momento, 44 clubes de futebol de todo o Brasil, e de diferentes divisões, estão confirmados. Entre eles, além do Voltaço, Flamengo, Fluminense, Vasco, São Paulo, Corinthians, Palmeiras, Santos, Internacional, Grêmio, Bahia, Vitória, Goiás, Ceará, Fortaleza, dentre outros. 

O início da campanha será no dia 21 de junho, segunda-feira, e vai até o final de semana. Mais detalhes sobre os pontos de arrecadação na cidade de Volta Redonda serão divulgados nos próximos dias pelas redes sociais do clube e da instituição.

Para formalizar a parceria, a presidente da CUFA Volta Redonda, Lívia Alves Moreira, se reuniu com o presidente do Esquadrão de Aço, Flávio Horta, na manhã desta quarta-feira, dia 2 de junho, na sede social do clube. Lívia agradeceu a colaboração do Volta Redonda e destacou a importância do apoio do time para a campanha. 

A pandemia de Covid-19 aumentou o desemprego e a fome, principalmente nas comunidades periféricas e favelas. Para se ter uma ideia, 82% da população dessas áreas depende de doações para alimentar a família. O momento é de extrema gravidade e precisamos unir o máximo de pessoas e empresas possível para amenizar essa situação”, destacou Lívia.

O presidente tricolor, Flávio Horta, afirmou que o Voltaço fica feliz em apoiar campanhas que irão ajudar muitas pessoas neste momento de dificuldade e aproveitou para convocar toda a torcida tricolor para participar, fazendo a sua doação. 

O Volta Redonda é muito mais que um clube de futebol dentro da cidade de Volta Redonda. Temos uma abrangência nacional, levamos o nome do município para todo o Brasil, conquistamos torcedores em todos os lugares do país e até do exterior, e, com isso, também é criado uma responsabilidade social muito grande. Por isso, sempre que possível, procuramos contribuir com a sociedade, seja com doações de alimentos arrecadados em nossos jogos ou em campanhas espetaculares como esta da CUFA. Quando recebemos o convite, não pensamos duas vezes em aceitar e somar forças com grandes clubes do Brasil para fazer o Mães da Favela Futebol Clube ser um sucesso. Para isso, precisamos que os nossos torcedores também comprem a ideia e façam a sua doação, porque temos certeza que, juntos, poderemos ajudar muitas famílias neste momento tão difícil que estamos passando – afirmou o mandatário tricolor. 

Sobre a CUFA

Presente há mais de 20 anos nas favelas brasileiras, promovendo atividades nas áreas de educação, lazer, esportes, cultura e cidadania, em 2020 a CUFA se deparou com o desafio da pandemia. Sabendo que a crise atingiria ainda mais as favelas, concentrou todos os esforços em captar doações para diminuir os impactos causados pela pandemia. 

Através do programa Mães da Favela, a instituição entregou cestas básicas, físicas e digitais, e chips com internet gratuita por 6 meses. No ano de 2020, a CUFA mobilizou mais de R$ 187 milhões, atendendo a 1,5 milhão de famílias, de 5 mil favelas de todo o Brasil. Até agora, mês de maio de 2021, já foram movimentados quase R$ 77 milhões e a meta é atingir R$ 200 milhões arrecadados em 2021.

Leave a Reply