Voltaço vence Boavista e segue invicto no Raulino de Oliveira

Alef Manga, duas vezes, e Caio Vitor marcaram os gols da vitória tricolor

Com dois gols de Alef Manga e um do prata da casa Caio Vitor, o Voltaço venceu o Boavista por 3 a 1 e segue invicto no Raulino do Oliveira

Com o resultado, o Esquadrão de Aço segue na vice-liderança do Campeonato Carioca, com a mesma pontuação do líder Flamengo, que leva a melhor no saldo de gols.

Na próxima rodada, o Voltaço recebe o Nova Iguaçu, domingo, dia 4, às 18h, novamente no estádio Raulino de Oliveira.

O jogo

O Volta Redonda iniciou o jogo a mil por hora e não demorou a abrir o placar. Após cobrança de escanteio pela esquerda, a bola sobrou para Alef Manga, que, de primeira, bateu da entrada da área para abrir o placar aos quatro minutos.

A pressão continuou e o Esquadrão de Aço teve mais duas chances de marcar o segundo gol. Na primeira, Alef Manga bateu cruzado e, por muito pouco, João Carlos não alcançou e tocou para o fundo das redes. Na segunda, Emerson Jr. roubou a bola e tocou para João Carlos, que bateu para grande defesa do goleiro adversário.

Por sua vez, o Boavista só conseguia assustar na bola parada. Jean Victor cobrou falta da entrada da área e a bola saiu por cima do gol.

Na volta do intervalo, a partida retornou truncada e só ganhou em emoção nos minutos finais. Caio Vitor puxou contra-ataque e tocou na saída do goleiro para marcar o segundo do Voltaço, aos 40 minutos. Aos 48 minutos, o Boavista diminuiu com Marquinhos. Porém, no último lance, Heitor puxou contra-ataque e tocou para Alef Manga marcar o terceiro e decretar a vitória tricolor.

Campeonato Carioca 2021 – 7° rodada da Taça Guanabara

Volta Redonda 3×1 Boavista

(01/04/21 – estádio Raulino de Oliveira- 18h)

Volta Redonda: Andrey Ventura; Oliveira, Heitor, Gabriel Pereira e Luiz Paulo; Bruno Barra, Emerson Jr (Luan Leite) e Luciano Naninho (Hiroshi); MV (Caio Vitor), Alef Manga e João Carlos. Técnico: Neto Colucci.

Gol: Alef Manga (2), Caio Vitor.

Cartão amarelo: Luiz Paulo, Gabriel Pereira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *