Voltaço ganha cinco posições e sobe para 56º posição no ranking da CBF

Esquadrão de Aço subiu 63 posições em cinco anos e atinge sua melhor colocação na história 

A Diretoria de Competições da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) divulgou nesta segunda-feira, dia 9, o Ranking Nacional de Clubes 2020 (RNC) e o Volta Redonda FC subiu cinco posições, ficando em  56º lugar, com 1.791 pontos, a melhor colocação já alcançada pelo Esquadrão de Aço na história do ranqueamento. 

Evolução que, segundo o presidente Flávio Horta, vem sendo marcante nos últimos cinco anos, uma vez que o Voltaço subiu 63 posições desde 2014 e, atualmente, é o quinto melhor clube do futebol carioca no ranking, atrás apenas dos quatro times de maior investimento.

Há cinco anos figurávamos na 119° posição nacional e na 10° posição entre os times do Rio de Janeiro, e hoje estamos na 56° no geral, alcançando uma colocação histórica, e em 5° no Estadual, atrás apenas dos clubes de grande torcida, nos consolidando como a quinta força do futebol carioca. Estamos muito felizes em ver o Volta Redonda se consolidando cada vez mais no cenário nacional. E vale ressaltar também que a nossa colocação no ranking pode representar uma vantagem no sorteio para a Copa do Brasil 2020. Agora é seguir trabalhando muito forte para fazer uma grande temporada em 2020, conquistar o acesso à Série B, que é o nosso principal objetivo, e seguir subindo posições – destacou.

O mandatário tricolor ressaltou ainda que esta ascensão do Voltaço no ranking é fruto de um planejamento pensado pela atual diretoria em 2014, quando assumiram a administração do clube.

Sabíamos da importância de, primeiro, ajeitar a casa, porque com tudo certo fora de campo, os resultados começariam a aparecer dentro das quatro linhas. Conseguimos evoluir muito na organização financeira com o Profut, abatendo dívidas do passado, e também estamos investindo pesado na estrutura, realizando reformas importantes na sede e adquirindo equipamentos que ajudam no desempenho de nossos atletas. Ações que são silenciosas, mas que constroem um futuro promissor para o Voltaço – frisou o presidente, que ainda comentou sobre os resultados alcançados pelo clube nos últimos. 

Foram dois títulos inéditos, a Taça Rio e a Série D invicta, tivemos também uma campanha histórica na Copinha, desde que assumimos o clube tem um calendário cheio, sendo que em 2020 iremos para a quarta temporada seguida disputando uma Série C, conquistamos também a vaga na Copa do Brasil no ano que vem… É o que sempre procuro falar, estamos felizes, mas não satisfeitos, por isso, vamos seguir trabalhando muito para ver o Volta Redonda entre os 40 primeiros e muito mais – finalizou.