Voltaço firma parceria com a equipe Jaguar de futebol de robôs

Equipe da IFRJ irá disputar o Campeonato Brasileiro de Robótica e irá levar o nome do Esquadrão de Aço

Uma parceria inédita no mundo do futebol acaba de acontecer! O Volta Redonda FC e a equipe Jaguar firmaram um acordo e a equipe de futebol de robôs da IFRJ (Instituto Federal do Rio de Janeiro – Campus Volta Redonda) irá disputar o Campeonato Brasileiro de Robótica 2019 com o nome do Voltaço. A competição acontecerá entre os dias 22 e 26 de outubro, no Rio Grande do Sul.

Empolgado com a parceria, o professor e técnico da equipe Helton Sereno destaca que esta será a primeira vez na história que um clube de futebol apoia um time de futebol de robôs.

Há muito tempo buscamos esta parceria, pensando em unir as nossas duas paixões, que são futebol e a tecnologia. Este ano, conseguimos chegar até ao diretor social Washington, que viabilizou esta parceria. Geralmente, nossos times são apoiados pelas instituições de ensino e pequenos apoiadores pontuais. Será a oportunidade de levar a marca do time para todo o Brasil e, quem sabe, para Copa do Mundo de Robôs – destacou Helton, que ainda mandou um recado para a torcida do Volta Redonda.

A torcida do Volta Redonda pode acreditar que iremos honrar nosso uniforme e levar o nome do Voltaço para todo o país. Vamos mostrar para todos a força do Esquadrão de Aço – afirmou.

O presidente do Voltaço Flávio Horta falou sobre a parceria entre as equipes e ressaltou a importância do apoio aos jovens da IFRJ.

A equipe Jaguar vem desenvolvendo um trabalho de excelência nos últimos anos, reafirmando que Volta Redonda é uma cidade de muitos talentos em todas as áreas. É uma parceria que conseguiremos implementar sem custos para o clube e que é uma maneira de incentivarmos e apoiarmos práticas da cidade, que também é função do Voltaço, aliado a mais uma divulgação do nome do clube. Convidamos todos a conhecerem este projeto – destacou o presidente tricolor, que ainda mandou um recado para os integrantes da equipe Jaguar.

Sejam muito bem-vindos a família Voltaço. Confiamos muito no potencial de vocês e podem ter certeza que estaremos na torcida para que façam um grande campeonato e conquistem mais este troféu – completou.

Além do Volta Redonda FC, a equipe Jaguar contará com o apoio do VR Facts e da Top Celular, que irão ajudar na compra do uniforme.

A equipe Jaguar

A Equipe Jaguar surgiu em 2012, em homenagem a Jaguatirica do Voltaço e, no ano seguinte, começou a atuar na área de futebol de Robôs. Em 2015, o time comprou os primeiros robôs humanoides, se tornando a primeira equipe de Ensino Médio a competir nesta categoria.

Os alunos da IFRJ que integram a equipe Jaguar

No mesmo ano, eles se tornaram campeões latino-americanos da categoria combinada de Robôs Humanoides e, desde então, estão entre os três primeiros lugares, competindo com universidades como UFJF, UnB, FEI, ITA entre outras.

Atualmente, a equipe possui 12 alunos e dois coordenadores. Os alunos dividem o tempo entre estudos e “treino” com os robôs. Após a aula, os estudantes vão para o laboratório para desenvolver a tática de jogo, reconhecimento de bola, o andar e o chutar do robô.

Desde 2012, a equipe já disputou diversos campeonatos, inclusive, participando da Copa do Mundo de Robôs de 2014 a 2017, sendo campeã em 2014 e em 2016 na categoria OnStage.

Quem quiser conhecer mais sobre a equipe Jaguar, pode seguir o time nas redes sociais do projeto: facebook: EquipeJaguar ; Instagram: @equipe.jaguar ou @naoslife; e twitter: @JaguarEquipe.

Volta Redonda lança concurso Musa Voltaço 2020

Inscrições estão abertas até o dia 30 de setembro

O Volta Redonda lançou nesta segunda-feira, dia 23, o concurso Musa Voltaço 2020. O concurso será decidido durante um evento no dia 24 de outubro, no Sider Shopping. As candidatas interessadas em se inscrever, devem baixar a ficha de inscrição clicando aqui e, após preenchê-la,  enviar para o e-mail contato@voltaco.com.br até às 00h do dia 30 de setembro.  O regulamento completo do concurso está disponível aqui.

Decidimos fazer o concurso porque era um pedido da nossa torcida e também  porque ele faz parte de uma série de eventos que estamos planejando para movimentar a área social do clube. Pensamos em uma dinâmica de concurso para elegermos uma musa não apenas pela beleza, mas que conheça o Volta Redonda e, principalmente, seja torcedora do Esquadrão de Aço – destacou o diretor social do Voltaço Washington Teixeira.

Após o término das inscrições, o concurso será dividido em quatro etapas. Na primeira, logo após o fim das inscrições, a equipe organizadora do evento fará uma triagem com os perfis escritos, selecionando metade das candidatas, aliando melhores respostas aos melhores perfis.

Em seguida, ocorrerá uma entrevista física com as candidatas selecionadas. Durante este processo, elas responderão um questionário sobre a história do clube e sua participação na mesma.

Serão selecionadas 10 candidatas que irão para a votação online, que será realizada nas mídias sociais do Volta Redonda FC (Facebook, Instagram e Twitter). Nesta etapa, as cinco candidatas que obtiverem o maior número de curtidas avançarão para a final do concurso. Lembrando que a colocação das candidatas na etapa online acarretará pontos para a etapa final. Ou seja, a primeira colocada terá 5 pontos, a segunda 4 e assim por diante.

A etapa final será realizada durante um evento realizado no dia 24 de outubro, às 20h, no Sider Shopping. Durante o evento, as finalistas irão desfilar com a camisa do Volta Redonda FC e irão responder perguntas a cerca da história do Esquadrão de Aço.  Cada pergunta certa valerá 1 ponto na pontuação. Além do quiz. um júri, a ser definido pela organização do evento, pontuará de 0 a 10 a performance das candidatas durante o desfile.  No final, a candidata que tiver a maior pontuação será a escolhida Musa do Voltaço 2020.

Voltaço renova com o lateral-esquerdo Luiz Paulo por mais três anos

Jogador atuou em 29 jogos neste ano, sendo o jogador de linha que mais entrou em campo

A diretoria do Volta Redonda anunciou nesta sexta-feira, dia 13, a renovação de contrato de mais uma peça fundamental do elenco tricolor. Trata-se do lateral-esquerdo Luiz Paulo, de 26 anos, que estendeu o seu vínculo com o Voltaço por mais três anos.

Há dois anos no Esquadrão de Aço, Luiz Paulo foi um dos principais jogadores do clube em 2019, atuando em 29 jogos, se tornando o jogador de linha que mais jogou no ano e ficando empatado com o goleiro Douglas Borges.

O sentimento é de extrema felicidade. Feliz demais em ter renovado com o Volta Redonda. A expectativa é fazer um 2020 melhor do que essa temporada. Tivemos bons momentos, mas ficou aquela sensação que a gente podia ter ido além e é isso que vamos buscar no ano que vem – disse o lateral, que foi revelado pelo Madureira, Athletico-PR, Ferroviária-SP, Tupi-MG e Botafogo-PB.

O vice-presidente Flávio Horta Júnior comemorou a permanência do Luiz Paulo e destacou a importância da manutenção de peças fundamentais do elenco.

Mais um atleta identificado com o clube e com a cidade que permanece no Voltaço. Luiz Paulo fez sua melhor temporada este ano. Foi voluntarioso, jogando em mais de uma posição, foi um dos destaques da equipe e atuando em praticamente todos os nossos jogos. A intenção é seguir buscando a renovação dos atletas que entendermos que foram bem, mantendo uma base forte para o ano que vem, e buscar reforços importantes para termos uma temporada de sucesso em 2020 – projetou.

Além de Luiz Paulo, o Volta Redonda já renovou o contrato com o zagueiro Daniel Felipe, o meio-campo Luan e o atacante Saulo Mineiro.

Voltaço renova com o zagueiro Daniel Felipe

Zagueiro está no Esquadrão de Aço desde 2016, quando conquistou o título da Série D

Após anunciar a permanência do atacante Saulo Mineiro e do meio-campo Luan, a diretoria do Volta Redonda confirmou nesta terça-feira, dia 10, que o zagueiro Daniel Felipe, de 27 anos, fica no Esquadrão de Aço para a próxima temporada. O novo contrato vai até o final de 2020.

O Daniel é um zagueiro que tem total confiança da diretoria. Não é por acaso que faz parte do nosso elenco desde 2016, quando foi peça fundamental no título da Série D. É importante mantermos jogadores de qualidade e, principalmente, identificados com o clube – destacou o gerente de futebol Leonardo Dinelli, o Zada.

Daniel Felipe está indo para o seu 5° ano no Voltaço

Revelado pelo Madureira, Daniel Felipe chegou ao Volta Redonda em 2016, quando participou da equipe campeã da Série D do Campeonato Brasileiro. No ano seguinte, o zagueiro teve uma rápida passagem pelo América-RN no primeiro semestre e retornou ao Esquadrão de Aço para a disputa da Série C daquele ano. Desde então, é um dos principais nomes da defesa tricolor, com mais de 60 jogos completados.

Muito feliz por continuar neste clube que me identifico muito e tenho um carinho muito grande por todos os funcionários e torcedores. Passei por momentos únicos aqui, conquistei um acesso, um título nacional e resolvi ficar porque acredito que tenho muito a oferecer para o Voltaço. Vou trabalhar muito para que consiga fazer uma grande temporada no ano que vem e ajudar o clube a conquistar todos os objetivos traçados – projetou.

Voltaço renova com Saulo Mineiro e Luan

Saulo renovou por mais dois anos e Luan estendeu o seu vínculo com o clube por mais três temporadas

A diretoria do Volta Redonda anunciou nesta quarta-feira, dia 4, as primeiras renovações de contrato. O atacante Saulo Mineiro, de 22 anos, estendeu o seu contrato até 2021 e o meio-campo Luan, de 21 anos, renovou o seu vínculo até 2022.

Sabemos que precisamos nos movimentar e buscar novas contratações, mas a permanência do Saulo e do Luan eram duas prioridades, porque eles têm perfis de jogadores que estamos buscando. São jovens, mostraram muita personalidade e qualidade quando entraram em campo e mereceram as extensões nos contratos. Vamos continuar trabalhando no nosso planejamento e nos próximos dias teremos mais novidades – destacou o presidente Flávio Horta.

Revelado pelo Uberlândia-MG e com passagens pelo América-MG (nas categorias de base), Tupi-MG e o CRAC-GO, Saulo Mineiro chegou ao Volta Redonda em maio deste ano, sendo titular da equipe em grande parte da Série C.

Fui muito bem acolhido por todos aqui no clube e também pela torcida. Quando recebi o convite de renovação, junto com o meu empresário, não tive duvidas em aceitar estender o meu vínculo por mais duas temporada. É um clube que me sinto muito bem em estar vestido a camisa. Agora é trabalhar firme na pré-temporada, para podermos fazer um bom Campeonato Carioca e uma grande Série C, conseguindo o acesso para a Série B, que é principal objetivo do clube – afirmou Saulo.

Meio-campo Luan retornou ao Voltaço neste ano

Já o Luan é prata da casa tricolor. O meio-campo iniciou a carreira no futebol nas categorias de base do Volta Redonda e, de lá, seguiu para o Vasco, Fluminense, Cruzeiro e Tupi-MG, retornando ao Esquadrão de Aço para a disputa da Série C do Campeonato Brasileiro deste ano.

– Estou muito feliz pela renovação. Um clube que me acolheu e com certeza vou corresponder dentro de campo. Minha motivação em renovar é colocar o Voltaço entre os quatro melhores no Estadual, disputar uma semifinal, final de Estadual e conquistar o acesso para a Série B, porque, pela estrutura que o clube tem e fornece aos jogadores, precisamos sempre brigar lá em cima.  Sabemos que o Voltaço é uma vitrine muito grande, nacionalmente e internacionalmente, e espero ter um ano com muitas conquistas em 2020 – projetou Luan.

Voltaço protocola pedido de Certificação de Clube Formador

Presidente entregou documento de cerca de 400 páginas, cumprindo todas as exigências da CBF

As categorias de base do Volta Redonda vêm acumulando grandes resultados nos últimos anos e se tornando cada vez mais referência no cenário nacional. E a diretoria do Esquadrão de Aço  prepara mais um grande passo.

O Voltaço protocolou o pedido de Certificação de Clube Formador, entregando um documento de quase 400 páginas, cumprindo todas as exigências imposta pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol).

O presidente Flávio Horta destaca que o selo de Clube Formador é o principal reconhecimento no âmbito do futebol para o trabalho nas divisões de base e que menos de 5% dos clubes no Brasil possuem o certificado.

É um compromisso que a nossa administração tem com o clube, que é buscar o certificado de Clube Formador para chancelar ainda mais o nosso trabalho nas categorias de base. Foi um trabalho silencioso, muito custoso, comprometeu parte do orçamento do clube no ano, mas acreditamos que irá valer muito a pena lá na frente – destacou.

O mandatário tricolor ressalta que para cumprir todas as exigências do Clube Formador, foi preciso investir pesado para melhorar ainda mais a estrutura que atende os atletas das categorias de base.

Dentre os investimentos estão reformas na sede e no alojamento dos atletas; compra de materiais e utensílios; avaliações médicas com os atletas de todas as divisões; contratações de uma assistente social e psicóloga; convênios com clínica odontológica; seguro de vida para os atletas; controle de vacinação; revisão de documentação para acompanhar de perto os garotos; contratos de formação com os atletas da base; entre outros.

Realmente foi um trabalho muito difícil e que teve o empenho de todos aqui no clube. Sabemos que com o Certificado de Clube Formador conseguiremos atingir outro patamar, além de mais segurança para continuarmos investindo na base, fazendo o Volta Redonda se concretizar como uma grande força no cenário nacional. Vamos agora solicitar a Ferj que nos ajude com a agilidade nos trâmites. Tenho convicção de que será uma das medidas administrativas mais importantes da história do clube – afirmou.


O Clube Formador

Criado em 2011, o Certificado de Clube Formador assegura direitos sobre a formação de atletas. Para conseguir o selo, o clube precisa atender a cinco requisitos básicos, descritos no documento, além de outros trazidos por resoluções posteriores. São eles:

1 — Apresentar a relação de técnicos e preparadores físicos responsáveis

2 — Comprovar participação em competição oficial

3 — Apresentar o programa de treino, seus responsáveis e compatibilidade com a atividade escolar dos jovens jogadores

4 — Garantir frequência escolar dos jovens jogadores

5 — Garantir a saúde dos jovens jogadores (por meio da contratação dos seguintes profissionais: médico, fisioterapeuta, psicólogo, nutricionista, e de ações como promover visitas frequentes dos ou aos familiares, oferecer três refeições diárias, manter os alojamentos limpos e locais de treinamento preparados para atendimento de urgência).